Claudio de Lima

"Passo e fico, como o Universo" O Guardador de Rebanhos - Fernando Pessoa

Textos


Araçaípe Perpendicular

Penetra pela pele
Pelos poros
Pelos pés
Por todo meu corpo
Dissolve em mim seu calor
Como ventre de mãe
O céu feito mar
Feito praia

A poesia
O sol do meio dia
A areia da Bahia
A brisa suave que acaricia
E invade minha alma
Acolhendo todos os meus sentimentos
A calar minha voz
Feito meu amor por você

Penetra pela pele a poesia
Pelos poros, o sol do meio dia
Pelos pés a areia da Bahia
Por todo meu corpo a brisa suave que acaricia
Dissolve em mim seu calor e invade minha alma
Como ventre de mãe acolhendo todos os meus sentimentos
O céu feito mar a calar minha voz
Feito praia, feito meu amor por você
Claudio Lima
Enviado por Claudio Lima em 26/10/2013
Alterado em 13/09/2015
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras