Claudio de Lima

"Passo e fico, como o Universo" O Guardador de Rebanhos - Fernando Pessoa

Textos


Pai

Se eu pudesse lhe abraçar de novo,
me demoraria mais no abraço.
Faria tudo para reforçar nosso laço.
Não teria pressa
em matar a saudade confessa.
Olharia em seus olhos
para ouvir seu coração,
para ouvir suas histórias,
Faríamos as pazes com o nosso destino
e sorriria para você
como o menino que um dia fui

Pai
Se eu pudesse lhe abraçar de novo,
não teria receio de ser eu mesmo,
em fazer o que penso
em dizer o que sinto.
Vê-lo como um grande amigo.
Quereria a alegria
de viajar ao seu lado
para ver o mar,
conversar sobre a vida,
pescar,
curar nossas feridas

Pai
Se eu pudesse lhe abraçar de novo
saberia que minhas preces foram ouvidas.
Na certeza que na eternidade de nossos dias,
no infinito desse universo,
entre idas e vindas
estaremos novamente juntos.
Como neste verso
que o amor conduz,
viajando em direção a Divina Luz.


 
Claudio Lima
Enviado por Claudio Lima em 26/11/2013
Alterado em 09/02/2017
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras