Claudio de Lima

"Passo e fico, como o Universo" O Guardador de Rebanhos - Fernando Pessoa

Textos


Raízes

Além de países
lugares, castelos e ilhas
Minhas raízes
se perdem nas trilhas das matas
Por lares e vilas
há milhas daqui

Estão por aí
na curva dos rios
nas fendas das rochas
Nas tendas
no fogo das tochas
Nas lendas, nas savanas, nas danças
nas festas ciganas

Nos cantos que vem das florestas
nos encantos das pequenas flores
Até as cores das copas
das árvores centenárias
Nas diárias tempestades de areia
e no mangue que permeia a lagoa
berçário de tantas espécies

Minhas raízes
são férteis e numerosas
Tenho braços
e mãos poderosas
Pés e pernas fincadas neste chão
E não tenho a posse de nada
sou parte de tudo que me rodeia

Sou como uma pequena ave que voa
que gorjeia em verso
e conhece seu lugar
Desde a campina
atravessando o céu estelar
até a esquina do universo!
Claudio Lima
Enviado por Claudio Lima em 28/01/2014
Alterado em 16/08/2015
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras